Massas de macarrão coreano II

Imagem: http://m.aafood.co.kr/

Referidos na culinária coreana principalmente como 국수 – Guksu, ou no vocabulário sino-coreano como  – Myeon, os macarrões coreanos possuem diversas combinações, que podem ser consumidas do inverno ao verão. Acompanhe aqui a continuação da parte I do especial “Massas de Macarrão Coreano”.

소면 – Somyeon

Com base na farinha de trigo, é um tipo de macarrão fino, utilizado em pratos quentes e frios. Seu preparo se difere de massas como o udon apesar de passar pelo mesmo processo de esticamento. Na culinária coreana é utilizado em sopas, ou em receitas como o Janchi Guksu, o Kong Guksu e o Bibim Guksu. Para prepará-lo, basta cozinhar por 3 minutos em água fervente e servi-lo conforme a receita escolhida.

도토리국수 – Dotori Guksu

Feito a partir da farinha ou amigo de bolota – fruto produzido pelos carvalhos ou de uma mistura de grãos a partir do trigo mourisco, essa massa apesar de não ter uma origem precisa, tem história antiga de cultivo na aldeia de Ogam.

천사채 – Cheonsachae

As algas marinhas são a base dessa massa transparente feita a partir do extrato gelatinoso da alga marinha comestível após passar pelo processo de fervura. Sua composição não possui farinha, amido ou cereais oferecendo baixas calorias. Seu consumo é popular em saladas ou como acompanhamento de peixes, além de poderem ser consumidos de modo cru. Muitos ainda o utilizam como um substitutivo do macarrão tradicional e do arroz, por serem livres de gordura e glúten.

Fontes: Visit Korea, Tales of Hansik – Arirang Culture, SBS e Wikipedia

Deixe um comentário