Kimbap 김밥

em

Versátil e substancioso, pode facilmente ser apreciado em qualquer hora e qualquer lugar, sendo a melhor opção para piquiniques ou refeições rápidas.

Depois do rigoroso inverno, os coreanos costumam sair de casa para aproveitar as flores da primavera e a temperatura agradável antes do abafado verão. Durante essa época é muito comum encontrar famílias, casais e grupos de amigos fazendo piqueniques nos gramados dos parques espalhados pelas cidades.

Para a maioria dos coreanos, quando o assunto é piquenique, o kimbap recebe um destaque memorável. Desde as décadas de 70 e 80, as mães usam os piqueniques e passeios escolares como uma oportunidade de mostrar suas habilidades culinárias. Além de nutritivo, com pouca gordura, delicioso e fácil de embalar, é fácil de comer e pode ser recheado de várias formas.  Esta refeição conveniente e substancial tornou-se especial para a vida corrida dos coreanos.

Fast-food Premium

Tradicionalmente, o arroz é levemente temperado com óleo de gergelim e sal. Os recheios são individualmente temperados e cozidos, produzindo uma combinação interessante de texturas e sabores. Graças a essa versatilidade do kimbap, ele se estabeleceu como uma refeição diária, agradando aos gostos das pessoas modernas.

Os ingredientes principais, alga e arroz, são bem comuns, mas o recheio possui uma ampla variedade, conforme o gosto de cada um. Os ovos, cenoura, presunto, pepino e nabo, também podem ser incluídos como base, dessa forma o nome do kimbap é dado de acordo com as características do restante do recheio, podendo ser por exemplo, de atum, queijo ou carne. As ruas hoje estão repletas de lojas com reinterpretações e sabores de kimbap, alguns com frango, nozes, folhagens, abalone, queijo, wasabi e outras variedades de arroz, como o marrom e negro.

As casas especializadas em kimbap estão sendo procuradas por jovens e trabalhadores que querem uma refeição simples, barata e nutritiva. Considerado como “fast food premium”, passou a ser uma tendência em 2017.

Com simplicidade e individualidade, o kimbap é capaz de reunir pessoas de diferentes culturas culinárias.

Em entrevista para a Korea Magazine, Jyoti Deshpande, vinda da India para a Coreia com o marido e família, conta que nunca tinha pensado em fazer kimbap. “Eu gosto de comer, mas pensava que seria difícil de fazer. Agora que me foi apresentado o modo de preparo, não posso deixar de tentar. É bom como café da manhã, almoço e até como jantar, assim como para acompanhar algum drink.” Com a ajuda da chef de cozinha Lee Min Jung, que ministra aulas de comida coreana para estrangeiros, Deshpande confessa que parte dos ingredientes não eram familiares, no entanto, não sentiu dificuldades no preparo. “Eu não sabia que seria tão simples!” conta sem esconder a satisfação de ter feito seu primeiro kimbap. Cheia de confiança e determinação, hoje ela prepara sua própria versão de kimbap para a família, com ingredientes de sua terra natal, dando um delicioso toque indiano.

Foto capa: Miss Hangry Pants

Fonte: Korea MagazineKorea Herald

Deixe um comentário