보양식 Boyangsik – Comida que fortalece o corpo

Do verão escaldante ao gélido inverno, cada estação traz consigo particularidades, que se estendem desde temperaturas e sensações térmicas distintas a preciosos alimentos sazonais. Aproveitar cada período conforme suas especificidades inclui construir uma prática alimentar que considera o consumo de ricos ingredientes que podem atuar de forma benéfica em prol das vulnerabilidades ao qual nosso corpo pode estar suscetível.


Na cultura alimentar coreana, há um tipo de cozinha que tem como principal objetivo fornecer, através dos alimentos, ricas fontes de vitamina e proteína, especialmente no verão, onde a exposição as altas temperaturas e mudanças de umidade, acabam consumindo muita energia das pessoas, enfraquecendo o sistema imunológico bem como causando grande desgaste para o corpo, sendo necessária uma cuidadosa reposição.

보양식 Boyangsik é o termo utilizado para se referir a essa cozinha. Sena Lee, doutora em medicina tradicional coreana, compreende Boyangsik como todo alimento que é capaz de aumentar a energia corporal e trazer vitalidade. Na medicina tradicional coreana, esse tipo de alimento é recomendado que seja consumido considerando as condições particulares de cada corpo. E, por isso, é comumente associado a Tipologia Sasang 사상의학, estabelecida pelo estudioso de medicina oriental Yi Je Man, que sistematizou 4 tipos base de condições corporais: Soyang, Soeum, Taeyang, Taeeum. Cada uma delas reúne características físicas e biopsicológicas, além de apresentar as qualidades e debilidades metabólicas para cada tipo de corpo. Com o objetivo final de trazer equilíbrio e reabastecimento das energias para enfrentar o verão.

É tido, portanto, como um senso comum entre os coreanos, o ato preventivo de constante reposição das energias, através da ingestão frequente de líquidos, vegetais, frutas (melancia, melão, toranja, uva e tomate cereja), ervas medicinais e proteínas ricas em minerais, potássio e eletrólitos.

OS DIAS MAIS QUENTES DO ANO

No calendário lunar, há o que se chama de Sambok 삼복 (os três dias mais quentes do ano). É durante este período, que as pessoas buscam consumir alimentos nutritivos e energizantes. Essa prática se estende desde os tempos de cultivo agrícola, em que as famílias se dedicavam ao plantio, cultivo e colheita dos alimentos durante o ano. Quando o verão se aproximava e as ondas de calor se intensificavam, os agricultores buscavam refúgio nas regiões costeiras, a fim de se refrescar no mar, bem como se alimentavam de refeições que fornecessem a energia necessária para recompor suas forças e mais a frente retornar a jornada de trabalho. Sopas ricas em proteína e ervas medicinais eram algumas das refeições mais consumidas. Porque se acreditava que o caminho para combater os dias quentes, era consumindo refeições quentes, no popular, 이열치열, Combater o fogo com o fogo.

Essa prática atravessou gerações e se tornou um ritual sazonal, comenta o trabalhador Lim Hye Seon em entrevista ao Korea Herald. Mais do que isso, está carregada de simbolismo e reflete muito da cultura coreana e do desejo de manter práticas alimentares saudáveis a despeito das mudanças de estação e das jornadas intensas de trabalho durante o ano.

PRATOS CONSUMIDOS COMO BOYANGSIK

Boyangsik está expresso em pratos como o Samgyetang 삼계탕, Yukgejang 육개장 (Ensopado picante de carne), Kong Guksu 콩국수 (Sopa fria de soja com macarrão), Deodeokgui 더덕 구이 (Raiz de campânula temperada e grelhada), Yeonipbab 연잎밥 (Wrap de folha de lótus com arroz, frutos e raizes medicinais), Chueotang 추어탕 (Ensopado de dojô – peixe cobra), Origogi 오리고기 (Carne de pato) e Jangeogi 장어구이 (Enguia grelhada). Estes são apenas alguns do mais consumidos pela população coreana durante os dias intensos de verão ou ainda em outras estações do ano, quando se busca renovar as energias do corpo.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: Magazine Seoul Selection, KBS World, Health Chosun, SBS CNBC News, London Korean Links e Korea Herald.

Imagem destaque: The Asian

Deixe um comentário